segunda-feira, junho 19, 2006

Mero Mortal

Não são Amores, que pretendo poetizar.
Nem tão pouco deixas ou sentenças roubadas.
Acredita, estas palavras não são tuas.
São minhas. Primeiro nuas, depois bem esculpidas.
Nunca terás o poder de as estragar ou enfatizar.
Apenas te servem de leitura e consolo.
Por saberes que sou Eu,
Por saberes que já te foram queridas.
Por saberes que Eu já fui Teu.

Fomos o começo do fim.,
O choro antes da pancada.
Tu foste o Teu vestido de cetim,
E Eu, a última lágrima derramada.

Nunca te faltei com palavras doces.
Nunca te Faltei, enquanto minha amada.
Manhãs, tardes, noites...
...Chamadas, palavras, desenhos.
Sorrisos. Inúmeras gargalhadas.
Nada. Nada de nada.
Agora?!
Já não há crepúsculo matinal.
Muito menos arco-íris.
Nada que resista ao temporal.
Era-me tudo impossível, tudo anormal.
Pensaste-me Super-homem,
Sendo Eu, apenas, um mero mortal.

11 Comments:

Anonymous xana said...

és mau..
este tempo tdo desaparecido.nao s faz!
amuei!

11:58 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

voltar sem dizer nada... não estava à espera!

Cláudia

2:14 da tarde  
Blogger Luna said...

Numa visita breve, preenchida com gotas recém derramadas pela chuva da manhã...
Um abraço junto ao vento que passa e faz festa pelos meus castiçais.
Luna Guedes em visitas matinais

3:25 da tarde  
Anonymous Leônidas Arruda said...

Belo poema

10:35 da manhã  
Anonymous Brenda said...

Oi.
Nem sei o que escrever...
O que uma desconhecida enviaria a alguem que a fascina com seus poemas?
Amei-os...são belos, maginificos ou até mesmo perfeitos.
Tenho certeza que aqui virei mais vezes quando estiver triste na busca continua por palavras de conforto, palavras que encontrei nesse lugar magico...
É um otimo escritor.
Gostaria de te fazer um pedido posso?
Poderia me adicionar no MSN(brendinha-love@hotmail.com) gostaria muito de te conheçer, claro se não for incomodo.
Também escrevo mas meus poemas comparados com os seus não passam de uma gota em um oceano...hehe
Tchau
Beijos.

5:07 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Impressionante!! Sera que sai um para elevar a alma de um mero mortal que ama?

3:03 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. here

4:17 da tarde  
Anonymous Ana said...

pq n voltas a mostrar o q escreves?! Anda lá... eu sei q de vez em qd gostas de ser ranhoso, mas n queiras ser o único amante dos teus poemas, das tuas palavaras!... :)

11:08 da manhã  
Blogger Mo said...

mero mortal: então quantos quilómetros já são teus?

4:30 da tarde  
Anonymous Dono deste blog FECHADO said...

8km e 750m...precisamente o espaço entre a minha casa e o meu lado correcto do coração...esse mundo é todo meu!

11:31 da tarde  
Blogger Mr.M said...

Era só para dizer, que eu tenho uma nova parceria, num novo blog, passem por lá, nao se vao arrepender. Ok?


P.s. e deixem de vir aqui, este blog não vai dar em livro, mas deu em pura magia a dois...

11:15 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home